Maioria dos australianos voltará a um festival de música mesmo sem vacina para a covid-19


Festival Splendour in the Grass

BIANCA HOLDERNESS/FACEBOOK SPLENDOUR IN THE GRASS


Sondagem da estação pública de rádio da Austrália revela que os festivaleiros australianos estão desejosos pelo regresso dos festivais


Os fãs de música na Austrália querem o regresso dos festivais e estão dispostos a frequentá-los antes da criação da vacina contra a covid-19, indica sondagem da Triple J.

Segundo a estação pública australiana dedicada à música mais distante do mainstream (tendo em Portugal um equivalente próximo na Antena 3), uma fatia de 57% dos festivaleiros australianos respondeu afirmativamente à questão: "continuaria a ir aos festivais de música mesmo sem uma vacina?".


Na Austrália, as entidades sanitárias informaram esta semana que qualquer evento de larga escala (como o festival Splendour in the Grass, previsto para outubro) deverá requerer a aprovação das autoridades do sítio onde se realizam. Segundo o site australiano The Music, sempre que festivais ou concerto sejam permitidos, poderá haver medidas significativas para manter o distanciamento social e possibilitar bons hábitos de higiene. Durante a pandemia, a Austrália viu alguns festivais serem cancelados.


A Austrália registou até ao momento 6754 casos de covid-19, com 92 vidas perdidas.


Em sentido contrário, uma sondagem levada a cabo pela agência Reuters, em parceria com o Instituto Ipsos, revela que a maioria dos norte-americanos não tenciona voltar a assistir a um espetáculo de música ao vivo enquanto não existir uma vacina para a Covid-19. Apenas 40% dos inquiridos afirmam intenção de regressar antes de ser introduzida uma vacina ou um tratamento.

Os Estados Unidos é o país onde se registam mais casos de covid-19, um número superior a 1 milhão, com quase 61 mil vítimas mortais.


Fone: Blitz

© 2020 by NISTICO